ou
Parceiros

Vitor Maia em “Dono de Casa”

 Exclusivo – O Camisa Xadrez bateu um papo com o cantor e traz detalhes da sua personalidade e do novo hit. E aí, será que ele é um bom dono de casa? Vem descobrir.

Laís Araújo
30/07/18 | 10h30 31/07/18 | 10h44

Carinho, cuidado e muito romantismo, este é o clima que embala o novo single do cantor sertanejo Vitor Maia.

A música diga-se de passagem, tem um tema ainda não explorado nos inúmeros lançamentos que temos visto diariamente, e aborda a relação existente entre um casal que juntos tomam conta da família, mas que ao mesmo tempo, o marido surpreende a esposa com gestos simples como lavar a roupa e preparar um bolo quentinho.

Com um perfil mais caseiro e que adora cozinhar para a família e amigos, a canção revela também um pouco do seu caráter. “Mesmo eu sendo bagunceiro como a minha mãe sempre diz, ela reflete bastante da minha personalidade. O afetivo de querer cuidar, de querer surpreender  e demonstrar carinho em pequenas coisas”, comenta o cantor.   

A expectativa agora é que o mercado abrace a canção assim como os fãs, e que a cada dia possam conhecer um pouco mais do seu projeto e da vontade de levar alegria e uma mensagem positiva por onde passa, “Quero que todos me conheçam como o Vitor Maia, o dono de casa”, revela ele.

Outra curiosidade. Assim como o “dono de casa” relatado na música, Vitor é quem acompanha o passo a passo da sua carreira e rotinas do dia a dia como a escolha do repertório, envolvimento com os parceiros e shows.

“Mesmo desorganizado, gosto muito de cozinhar e sempre sai alguma coisa boa”, revela o cantor Vitor Maia em entrevista exclusiva ao Camisa Xadrez. Foto: Divulgação.

Lançamento Surpreendente

A canção “Dono de Casa”, recém liberada nas plataformas digitais e Youtube teve também uma presença marcante nas rádios paranaenses onde alcançou a liderança em execução no estado.

A obra é assinada pelos compositores e amigos Camila Mores, William Daniel, Allan Luan e Lucas Mantovanni, surgiu como um presente para Vitor no início deste ano.

O lançamento segue como nova música de trabalho e assume o lugar de “Rebola e Trava” e “Open bar de Beijo”, gravado no Rio de Janeiro, com traços do funk e as batidas das baladas, perfeitas para dançar e curtir.

 

 

Comentários