ou
Parceiros

Que beijinho doce: Conheça os detalhes mais que especiais da carreira e trajetória e como elas, “As Galvão”, deixaram sua marca na música e no empoderamento feminino da época

Confira a entrevista exclusiva com as irmãs referência na história sertaneja e saiba quem são as cantoras da atualidade que assim como elas representam a mulher no mercado musical.

Laís Araújo
15/01/20 | 21h34 15/01/20 | 21h59

Talento, força e dedicação. Essas são as palavras que sustentam uma carreira sólida, reconhecida por gerações e que fazem parte dos mais de 70 anos de história das irmãs Mary ( também conhecida como Meire) e Marilene, ou simplesmente “As Galvão”.

São elas as donas do título irrefutável de uma das duplas pioneiras e de referência feminina no mercado da música sertaneja. O ´abre alas delas´ quebrou as barreiras do preconceito e abriram as portas para que outras mulheres pudessem ingressar na vida artística com tranquilidade e naturalidade.

Subir no palco e cantar. Para você pode soar simples, mas esse mesmo ato há pelo menos sete décadas atrás não seria possível com tanta facilidade. E relembrando todo esse momento, Meire e Marilene nos contam os detalhes do início da carreira em uma bate papo bem descontraído. Elas já adiantam: “nada foi fácil”.

Dessa época Meire se recorda muito bem. “Antes de nós as atrizes e cantoras eram fichadas na polícia como prostitutas. Como ainda éramos crianças, nosso pai nos protegia muito, insistiu e ficou na cola nos protegendo, e daí deu certo. Foi então que conseguimos provar que a mulher não precisa usar da sua sexualidade para ser uma artista, e que ela pode ter seu talento como profissão e tratar isso com respeito.

Com um start no mundo do showbusiness ainda na infância com 5 e 7 anos, as duas sempre foram tratadas de forma muito respeitosa. “As menininhas que chegaram… As nossas irmãzinhas… Até hoje nós quebramos tabus”, relembra Marilene com um sorriso no rosto.

Sem recusar nenhuma apresentação sendo ela longe ou não, o prazer das duas era estar no palco.
Tamanha perseverança junto com o talento nato despertavam a atenção de todos quando cantavam. O diferencial? A forma de interpretar cada canção com emoção e até mesmo acrescentado uma certa dose de humor.

Se tantas cantoras se inspiraram nelas ao longo dos anos, Maiara e Maraísa, Marília Mendonça, Simone e Simaria, Adriana Violeira e tantas outras são as artistas femininas da atualidade que se destacam pelo mesmo modelo de trabalho e representatividade, que são lembradas com carinho pelas Irmãs Galvão como símbolo do poder e empoderamento feminino focado no respeito e no trabalho.

Texto: Kemily Leso e Laís Araújo
Entrevista: Kemily Leso
Edição: Laís Araújo
Fotos: Site Prefeitura de S. J. do Rio Preto

Comentários