ou
Parceiros

MARIA lança música sensual com diversas referências

Se utilizando de elementos de canções de grandes artistas, cantora mostra maturidade com letra direta

Laís Araújo
02/09/19 | 16h36

Maturidade não vem só com idade, MARIA demonstra isso de diversas formas. A cantora lança hoje, 02/09, a faixa “Codinome”, com referências a Djavan, Alcione e Pepeu Gomes. Com melodia sensual e letra direta, a artista mostra sua facilidade em transformar vivências em música.

Descobrindo o mundo e descobrindo amores, a letra fala sobre os cônjuges de Maria, sem definir o rosto. Ela pode ser interpretada ou dedicada a qualquer pessoa, pois a letra não define nenhum gênero. MARIA começa a música descrevendo o ambiente, a casa, trabalhando desde o início com a imaginação do ouvinte. As referências começam com “Eu Te Devoro”, do Djavan, quando insere “Com A Boca Te Devoro / Doma Essa Loba Eu Imploro”, unindo também “A Loba”, de Alcione. Em outro momento, declara “Porte De Atleta / Aguenta Uma Maratona / Ô Beleza Humana”, mencionando trecho de “Mil e Uma Noites de Amor”, de Pepeu Gomes.

“Sou fã desses artistas, dessas músicas. Acho ‘Eu Te Devoro’ o auge da dedicação amorosa; ‘A Loba’, o máximo do empoderamento feminino; enquanto ‘Mil e Uma Noites de Amor’ é uma das músicas mais sexys que conheço”, compartilha a artista.

MARIA é a primeira brasileira a participar do projeto VEVO DSCVR, que traz novos artistas na plataforma. Já participaram nomes como Billie Eilish, IAMDDB, Jorja Smith, Russ, Alessia Cara, entre outros. A cantora viajou para Nova York, onde gravou o clipe dirigido por Priya Minhas. O vídeo foca em MARIA, que mostra que a sensualidade não está presente só na letra da música.

Esta é a segunda música de 5 novas faixas que a artista lança até o fim de outubro. “Acabou” foi a primeira a ser lançada, sendo um hino para quem vive o fim de um relacionamento e escolhe o caminho da volta por cima. Além de outras novidades, a cantora prepara uma websérie para este segundo semestre.

Bio MARIA

MARIA é uma jovem mulher, nascida e criada na favela da Cidade Alta, e que hoje, aos 19 anos, começa a descobrir o mundo à sua volta. Tem como missão ocupar, transmitir ideias e fazer uma ponte entre a favela e tudo que habita fora dela. Uma menina de fé, garra e muita sensibilidade. Oscila entre sua sensualidade e sua ironia, pois também é de atitude.

Apesar da juventude, tem histórico e trajetória no mundo artístico para preencher três gerações já. Logo aos 3 anos MARIA começou com a ideia de que queria ser atriz e entrou para o grupo “Arte em Alta”.

Em 2014 estrearam a peça “Um Olhar Carioca”, uma homenagem a Chico Buarque e que foi levada ao Teatro Princesa Isabel, em Copacabana, onde ganhou prêmio de melhor produção. Na peça, MARIA cantava “Cálice”.

Dali para os bares da Zona Norte da cidade foi um pulo, apesar da idade reduzida. Ganhou experiência como cantora e de palco interpretando de tudo – de suas principais referências, como Alcione, Vanessa da Mata, à MPB de Caetano, Djavan, ao funk de Ludmila.

Iniciou em paralelo uma carreira como modelo até que trocou um trabalho estético por uma oportunidade musical. A Pineapple Storm a convidou a participar do projeto “Poesia Acústica #2”, onde ao lado de Delacruz, Ducon, Luiz Lins, Diomedes, BK’ e Kayuá cantaram “Sobre Nós”. Era para anunciar os novos talentos do hip hop e cultura de rua. Dá-lhe anúncio! O clipe, lançado no segundo semestre de 2017 já ultrapassou a incrível marca de 329 milhões de views no YouTube. A produtora a convocou para o registro seguinte, #3, onde cantou “Capricorniana” com Sant, Tiago Mac, Lord e Choice. Novo estouro de popularidade com mais de 204 milhões de views. Sua terceira participação veio no “Poesia Acústica #5 – Teu Popô (Remix)”, ao lado de Hodari, Ducon, Chris, Kayuá, Don L e Luccas Carlos, que ultrapassa mais de 15 milhões de streams e 41 milhões de views.

Em meio ao sucesso estrondoso de suas participações no projeto “Poesia Acústica”, onde coletivo de novos talentos do hip hop nacional gravam, MARIA dá sequência ao seu trabalho solo com a Sony Music, que começou com “Toda Vez”, música que já conta com mais de 4 milhões de visualizações.

Quando se fala em músicas e shows, MARIA é entretenimento. Gosta de transmitir boas energias e alegrar as pessoas. E assim, fazê-las esquecerem de seus problemas, contas, cônjuges e o caos do Brasil por uma hora. Teatral, intérprete e sempre com a mania de inovar, MARIA busca em seus shows, apresentações e clipes usar um pouco de todos os meios da arte. MARIA é a favela passeando pelo mundo, e mostrando a ele, que favelas são muito mais que problemas socioeconômicos e sexualidade. Favela é poder.

Informações e Conteúdo: Assessoria de Imprensa

Comentários