Camisa Xadrez - Simples de Ler
ou

ESPECIAL DIA DO SERTANEJO – As boas recordações de Teodoro & Sampaio

Dupla revela que a família foi a grande inspiração em toda a trajetória –  Conteúdo Exclusivo – 

Laís Araújo
03/05/19 | 03h46 03/05/19 | 05h02

A vida pessoal e a carreira de Teodoro & Sampaio se assemelham em muitos detalhes. A paixão pela música sertaneja e pelos mesmos ídolos, a vida simples na roça e o sonho de viver como cantor. Mas há também outra semelhança, a influência da família e apoio nos momentos difíceis antes da fama.

Sampaio ainda se recorda da infância, quando tinha entre seis e sete anos de idade, e passou a se interessar por música ainda em Uraí, no interior do Paraná. “Eu descobri a música muito cedo. Com 10 anos eu já estava atrás das duplas consagradas para cima e para baixo”, relembra ele. As cantorias com a família renderam-lhe a referência musical herdada dos tios.

Já Teodoro teve o incentivo do pai e da mãe que cantavam em casa. “Seo Lazinho” foi de longe o seu maior incentivador, mas infelizmente ele não pôde ver o grande auge do filho por conta da morte repentina, com apenas 45 anos. Mesmo não estando fisicamente ao lado do filho, os conselhos Teodoro lembra e leva para a vida até hoje: “Você tem que cantar e se aprimorar naquilo que você faz, sempre”.

O cavaquinho que ganhou de presente ainda com sete anos se tornou a grande obsessão do pequeno garoto até que ele conseguisse tirar as primeiras notas. Naquele momento começava a carreira artística de tanto sucesso.

Os conselhos do pai, Teodoro seguiu à risca e é hoje referência não só na música mas também como pessoa, dentro e fora dos palcos.


Revista Amigos do Teodoro & Sampaio 

Comentários