ou
Parceiros

Baby Shark, a Jennifer brasileira

Conheça o que os dois hits tem em comum em 10 curiosidades para você cantarolar agora mesmo.

 

Laís Araújo
11/03/19 | 18h54 11/03/19 | 21h18

Letra curta, palavras repetidas, frases simples combinadas a uma melodia simplória que fica (por horas ou melhor dizendo, dias) na sua cabeça. Esses são alguns ingredientes do sucesso despretensioso de dois hits que movimentaram a internet no primeiro trimestre de 2019.

Mas, em que Baby Shark e Jennifer se parecem? Vamos a lista.

  1. As duas músicas possuem versões fáceis e que grudam na nossa mente. Você pode não gostar ou nunca ter ouvido,mas bastam alguns insights para cantarolar o “Baby Shark doo doo” ou quando ouve o nome Jennifer,  logo lembrar do Tinder e a coisa toda começa;

2) Ambas viraram febre entre os brasileiros;

3) Elas estão em auge nos portais de conteúdo e notícias não só na área da música;

4) A versão brasileira tem milhões de views no Youtube oficial de Gabriel Diniz, isso sem contar as paródias, versões e tudo mais. Já Baby Shark já está na casa do BILHÕES de visualizações.

5) São músicas para se ouvir com a galera! Jennifer você ouve com os amigos, curtindo e brincando.  Já o bebê tubarão é quando se está na presença de crianças e bebês. Ai vale de tudo! filhos, sobrinho,  vizinho, o priminho distante … Agora quem já está viciado ouve sozinho mesmo; (risos)

6) Em janeiro deste ano, a seção cultura do jornal “EL País” publicou a seguinte informação sobre o hit americano (…) “ocupa a  32ª posição da Billboard Hot 100, a lista de singles mais vendidos dos Estados Unidos e a mais importante do mundo, acima de Miley Cyrus, Ariana Grande e Dua Lipa, estrelas pop que arrasam”.

Já por aqui o Jornal ‘O Globo’   no mesmo período diz:

(…) Segundo dados da Deezer, desde o lançamento, em setembro, a música cresceu 1.780% em número de reproduções na plataforma. Já de acordo com o Spotify, a composição é, há três dias, ouvida mais de 800 mil vezes a cada 24 horas. No último sábado, bateu 1 milhão de audições.

7) Os dois sucessos foram gravados e não ganharam a preferência da galera logo no lançamento. Baby Shark foi gravada na década de 90 e a primeira versão  foi divulgada em 2007. Em 2015, virou jingle para uma campanha de brinquedos sul coreano para só agora, repaginada, ser divulgada. Já Gabriel divulgou o single no seu perfil em setembro do ano passado depois dela ser rejeitada por outros artistas, entre eles Gusttavo Lima;

8) Possuem diferentes versões;

9) Isso sem falar nas paródias e  memes e dos videoclipes;

10) Elas estão na minha playlist, e na sua?;

Agora conta pra gente, qual delas ‘gruda’ mais na mente?! Is the end doo doo


Com informações: ‘El País’ e “O Globo”

Comentários